Morning Gallo #0207: ações asiáticas fecham em alta; futuros em Wall Street operam estáveis antes de fala de Powell

31:46
 
Distribuie
 

Manage episode 348439169 series 2874304
După Filipe Teixeira (Instagram: @filipe_st) descoperit de Player FM și comunitatea noastră - drepturile de autor sunt deținute de către editor, nu de Player FM, iar materialul audio este transmis direct de la serverul editorului. Apasă butonul Abonare pentru a urmări actualizările în Player FM, sau copiază sursa URL în alte aplicații podcast.

As ações asiáticas encerraram mais uma sessão com ganhos (com exceção novamente ao índice Nikkei, no Japão), enquanto os futuros em Wall Street operam estáveis, com os investidores avaliando os desenvolvimentos da Covid-19 na China e no aguardo do discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, prevista para hoje, além dos dados do payroll, que saem na sexta-feira.

O índice de referência de Hong Kong (Hang Seng) caiu inicialmente, mas reverteu rapidamente o curso e, em seguida, obteve os maiores ganhos do continente, enquanto o índice Shanghai (China) permaneceu muito próximo da estabilidade ao longo da sessão.

Os títulos da dívida americana avançaram levemente, enquanto a cotação do dólar caiu ante seus principais pares. O yuan offshore caiu, depois que a atividade industrial e de serviços da China contraiu ainda mais em novembro, quando casos recordes de Covid levaram a restrições generalizadas de mobilidade urbana.

Em meio ao cenário de turbulência, um índice de ações globais se encaminha para seu segundo avanço mensal, o que reduz sua perda acumulada ao longo de 2022 para cerca de 18%.
As quedas das ações em Wall Street nesta terça-feira foram lideradas por empresas de tecnologia após uma queda nas ações da Amazon.

Entre as commodities, o petróleo avança pelo terceiro dia consecutivo nesta quarta-feira, depois que dados apontaram para uma queda substancial nos estoques de petróleo dos EUA, fazendo com que os investidores entrem em contagem regressiva para a próxima reunião da OPEP + que pode levar o grupo a concordar em cortar parte de sua produção.
Por aqui, o bloco de partidos que integraram a federação vencedora das eleições presidenciais (PT-PCdoB-PV), somou-se ao PSB para anunciar nesta terça-feira, apoio a reeleição de Arthur Lira (PP-AL) à presidência da Câmara.
Com 94 deputados, as legendas negociam agora a construção dos chamados blocos parlamentares, como as presidências de comissões permanentes e postos na Mesa Diretora. O PT almeja comandar a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), além de indicar o relator do Orçamento.

O líder do PT na Câmara, Reginaldo Lopes (MG), disse que a ideia é a formação de um bloco para servir como base de Lula na Casa. O deputado confirmou também a busca por alianças com o União Brasil, MDB, PSD e Podemos.
“Compreendemos que é possível construir um bloco de governo, que possa dar ao País e ao presidente Lula estabilidade, governabilidade e uma base sólida para implementar aquilo que foi contratado pelo povo brasileiro nas urnas, no dia 30 de outubro”, afirmou Reginaldo.
O anúncio petista representa uma mudança em relação ao discurso de campanha eleitoral: Arthur Lira consolidou sua rede de apoios com o chamado orçamento secreto, mecanismo criticado diversas vezes por Lula, que classificou o orçamento secreto de “excrescência” e chegou a reclamar do poder de Arthur Lira, a quem chamou de “imperador do Japão”.

--- Send in a voice message: https://anchor.fm/centralinvestidor/message

1045 episoade